MATÉRIAS RELACIONADAS




Orto, traumato e a importância da ressonância magnética para o diagnóstico correto

Foto: reprodução internet

Foto: reprodução internet

PUBLICADO EM 08/01/2018

Ao longo da vida, é bastante comum que os indivíduos sofram com lesões dos mais variados tipos. Um tombo na infância, um acidente de carro na adolescência, uma torção em um jogo de futebol, o fato é que ninguém está livre de se machucar. Alguns traumas podem ser mais graves do que outros e existem áreas da medicina específicas para tratar dessas enfermidades do aparelho locomotor.

Ortopedia e traumatologia

Voltada para o tratamento e correção de enfermidades como lesões dos músculos, tendões, articulações e demais problemas que afetem a locomoção, o sistema esquelético e demais estruturas associadas, a ortopedia tem relação direta com a traumatologia, uma vez que esta segunda também trabalha com lesões do aparelho músculo-esquelético, porém, direciona sua atuação para fraturas ósseas e nos tendões.

O tratamento de qualquer fratura é extremamente importante, mas mais relevante ainda é o diagnóstico correto do tipo de lesão, pois é a partir daí que será possível estabelecer qual o melhor tratamento. Para contribuir com esta precisão entra em ação a ressonância magnética.

Diagnóstico correto é essencial

Por se tratar de um aparelho que usa o campo magnético para visualizar, em alta definição, ossos, órgãos e tecidos, o exame de ressonância magnética é indicado nos casos de fraturas abordados acima, uma vez que traz máxima precisão no diagnóstico, o que contribui para a indicação de tratamento e, posteriormente, a cura do paciente.